HÁ LEMBRANÇAS DA INFÂNCIA QUE SÃO TÃO TERNAS…

“O marido já não é o namorado. O marido é apenas o marido. Ela anseia por mais, muito mais…”

“Há lembranças da infância que são tão ternas que as continuamos a afagar e desejamos que os sentimentos que as movem permaneçam inalterados. Porém, tudo se move: as gentes e as coisas. É próprio do mundo e da naturezza a mudança”

“Fugir das tentações é fugir da juventude”

“O que faz definhar nossas mulheres é a melancolia que graça neste país”

“Não existe a mulher ideal. Existe a mulher que é melhor para ti. Confio que tu a saberás reconhecer”

“Estou condenado ao degredo nesta choldra ignóbil”

(Eça de Queiroz, Os Maias)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s