HÁ LEMBRANÇAS DA INFÂNCIA QUE SÃO TÃO TERNAS…

“O marido já não é o namorado. O marido é apenas o marido. Ela anseia por mais, muito mais…”

“Há lembranças da infância que são tão ternas que as continuamos a afagar e desejamos que os sentimentos que as movem permaneçam inalterados. Porém, tudo se move: as gentes e as coisas. É próprio do mundo e da naturezza a mudança”

“Fugir das tentações é fugir da juventude”

“O que faz definhar nossas mulheres é a melancolia que graça neste país”

“Não existe a mulher ideal. Existe a mulher que é melhor para ti. Confio que tu a saberás reconhecer”

“Estou condenado ao degredo nesta choldra ignóbil”

(Eça de Queiroz, Os Maias)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s